Logo do Dr. Paulo Kassab | CRM 42.138
Agende sua consulta

Gastrectomia: o que fazer para evitar complicações no pós-operatório? 

Tempo de Leitura: 4 min
Sumário

Explore as indicações, cuidados pós-operatórios e estratégias para melhorar a qualidade de vida após a gastrectomia. Uma abordagem completa para a recuperação bem-sucedida. Entenda mais sobre esse assunto lendo o texto abaixo

gastrectomia o que fazer para evitar complicacoes no pos operatorionbsp fb

A gastrectomia é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção parcial ou total do estômago, sendo realizado em casos de doenças graves, como câncer gástrico ou úlceras complicadas. 

Essa intervenção impacta significativamente a anatomia digestiva, requerendo cuidados especiais no pós-operatório e uma abordagem multidisciplinar para otimizar a qualidade de vida do paciente.

Neste artigo, vamos explorar a gastrectomia, incluindo as indicações para esse procedimento, cuidados para evitar complicações no pós-operatório e demais medidas para melhorar a qualidade de vida após a cirurgia. Leia até o final e saiba mais!

Quais as indicações para realização de gastrectomia?

A gastrectomia é indicada em situações específicas relacionadas a condições gastrointestinais graves, sendo um procedimento cirúrgico que envolve a remoção parcial ou total do estômago

Uma das principais indicações é o tratamento do câncer gástrico, especialmente em estágios avançados da doença. Nesses casos, a extensão da gastrectomia dependerá da localização e da extensão do tumor. 

Além do câncer, úlceras pépticas complicadas que não respondem ao tratamento convencional e causam complicações graves, como perfuração ou sangramento, também podem requerer a realização desse procedimento, mas essas condições são raríssimas hoje em dia.

Condições pré-malignas, como as displasias gástricas, podem ser outra indicação, visando prevenir a progressão para o câncer. A decisão de realizar uma gastrectomia é cuidadosamente avaliada pelos profissionais de saúde, levando em consideração o diagnóstico específico, o estágio da doença e o estado geral de saúde do paciente.

Como evitar complicações no pós-operatório de gastrectomia?

Evitar complicações no pós-operatório de gastrectomia requer uma abordagem cuidadosa e a adoção de medidas específicas. Aqui estão algumas estratégias essenciais para minimizar riscos e promover uma recuperação bem-sucedida:

  1. No período inicial (pós operatório):
  • Prevenção de infecções: Práticas de higiene rigorosas ajudam a prevenir infecções no local da incisão. Manter a incisão limpa e seca, seguir as orientações sobre troca de curativos e relatar qualquer sinal de infecção ao médico são medidas cruciais.
  • Prevenção de complicações respiratórias: Realizar exercícios respiratórios conforme orientado pelo profissional de saúde ajuda a prevenir complicações respiratórias. A mobilização precoce e a respiração profunda são importantes para manter a função pulmonar.
  • Controle da dor adequado: Um controle eficaz da dor é crucial para permitir a mobilização e reduzir o risco de complicações. Comunicar qualquer desconforto ou dor ao médico permite ajustes adequados na gestão da dor.
  • Avaliação de complicações tromboembólicas: Pacientes submetidos à gastrectomia estão em risco aumentado de complicações tromboembólicas. Medidas preventivas, como o uso de meias de compressão e administração de anticoagulantes, são frequentemente recomendadas para reduzir esse risco.
  1. Nos períodos mais tardios
  • É importante entender as restrições alimentares, recomendações de atividade física, e o uso apropriado de medicamentos prescritos.
  • Monitoramento regular: Um acompanhamento médico regular é essencial para detectar precocemente qualquer sinal de complicação. Exames de acompanhamento, consultas médicas e exames laboratoriais ajudam a identificar problemas potenciais antes que se tornem graves.
  • Reabilitação nutricional: Trabalhar com um nutricionista para desenvolver um plano alimentar adaptado à nova anatomia digestiva é vital. A reabilitação nutricional visa prevenir deficiências nutricionais, garantindo a ingestão adequada de nutrientes essenciais. Em geral há necessidade de reposição de vitamina B12 e, por vezes de reposição de ferro, especialmente em mulheres em idade reprodutiva.
  • Apoio psicológico: A cirurgia gástrica pode ter impactos psicológicos significativos. Procurar apoio psicológico ajuda a lidar com as mudanças emocionais e a promover a saúde mental durante a recuperação.

Ao combinar essas medidas preventivas e manter uma comunicação aberta com a equipe médica, os pacientes podem contribuir significativamente para evitar complicações no pós-operatório de gastrectomia e alcançar uma recuperação mais tranquila e eficaz.

Que medidas podem ser tomadas para melhorar a qualidade de vida após a gastrectomia?

Após a gastrectomia, a adoção de medidas específicas pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes. A adaptação a uma dieta modificada é fundamental, envolvendo a ingestão de pequenas refeições ao longo do dia para evitar desconfortos digestivos. A colaboração com um nutricionista é crucial para garantir uma nutrição adequada, prevenindo deficiências e ajustando a alimentação conforme a nova anatomia digestiva. 

Além disso, a aceitação emocional das mudanças no estilo de vida pós-gastrectomia e o apoio psicológico são essenciais para lidar com as alterações emocionais associadas à cirurgia. 

A incorporação de atividade física regular também contribui para a manutenção da saúde geral, enquanto o acompanhamento médico constante ajuda na detecção precoce de potenciais complicações e na otimização do cuidado pós-operatório.

Em conclusão, a gastrectomia é uma intervenção complexa que requer uma abordagem abrangente para otimizar a recuperação e a qualidade de vida do paciente. O entendimento das indicações, medidas preventivas no pós-operatório e estratégias para melhorar o bem-estar pós-gastrectomia são fundamentais

Saiba mais sobre o câncer gástrico, uma das principais indicações da gastrectomia, clicando aqui!

Com a devida atenção à orientação médica e suporte multidisciplinar, os pacientes podem enfrentar o desafio da gastrectomia com resiliência e alcançar uma recuperação bem-sucedida.

Dr. Paulo Kassab Imagem do Doutor CRM 42.138

Dr. Paulo Kassab

CRM:  42.138     RQE:  64.606
Sou graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Santo Amaro, Mestre em Medicina(Cirurgia) pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e Doutor em Medicina (Cirurgia) e possuo Livre Docência pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Tags: 
Deixe um comentário
O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
magnifiercrossmenuchevron-down